A EscolaEducação

As fases do desenvolvimento infantil

As fases do desenvolvimento infantil

 

Qual mãe nunca foi pesquisar sobre as fases do desenvolvimento das crianças? O que esperar do meu filho em certa idade? Que atire a primeira pedra aqueles pais que nunca se questionaram se o filho está se desenvolvendo bem!

Fique tranquilo! Essas preocupações são muito comuns para os pais: com que idade aprende a sentar sozinho, engatinhar, andar, falar, desenhar, se alfabetizar? Todavia, esses marcos, que são tão importantes para profissionais da saúde, professores e psicólogos, acabam gerando ansiedade e certa competitividade entre as famílias por meio de questionamentos e comentários como, seu filho ainda não anda? Fiz o desfralde do meu filho antes dos dois anos! Meu filho nem engatinhou, começou a andar logo!

Isso não quer dizer que não seja importante que os pais saibam das etapas do desenvolvimento infantil. Pelo contrário, em outros artigos, já mencionamos como é benéfico até para melhorar e qualificar as interações entre pais, adultos e crianças. No entanto, é preciso que respeitemos e valorizemos o processo do desenvolvimento individual e específico de cada criança. Além disso, pais e educadores, precisam priorizar o oferecimento de um ambiente potente e propício para o aprendizado, estimulando e encorajando as crianças, sem lhes tirar a autonomia, ao invés de procurar meios para que as crianças atinjam algum objetivo sem saber se elas estão, de fato, prontas para tal. Dessa forma, é muito mais interessante, por exemplo, para uma criança que ainda não anda, mesmo que já estando nessa fase de seu desenvolvimento, que pensemos no que estamos oferecendo e como estimulando essa criança: como é seu quarto, o mobiliário, se tem tapete, se a deixamos sozinha no chão, se ela passa muito tempo sozinha, onde colocamos e guardamos os seus brinquedos. Ou seja, devemos priorizar pensar em quais estímulos oferecemos para essa criança, do que buscar uma estratégia que a faça aprender a andar rapidamente, sem saber se ela já está preparada.

Nós pais e adultos precisamos encarar de maneira mais tranquila e sem pressão aquilo que a criança está prestes a aprender em determinada etapa ou apta a fazer do ponto de vista neurológico. Isso não pode ser uma meta, um objetivo a ser atingido pela criança. O conhecimento sobre as fases do desenvolvimento deve servir como subsídio para conhecermos mais e melhor nossas crianças, nos atentarmos às mudanças e, principalmente, criar um ambiente e experiências favoráveis ao desenvolvimento e ao aprendizado.

É com essa intenção que lançaremos uma sequência de textos que tratará sobre as fases do desenvolvimento infantil em suas diferentes áreas.

Até breve!

 

Lívia Alonso Tagliari

li.tagliari@gmail.com

 

TALVEZ VOCÊ TAMBÉM GOSTE DE
O PASSARINHO

NÃO HÁ COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO