Bem estar

A mamadeira noturna

Um dos hábitos mais comuns em algumas famílias é o da mamadeira noturna, ou mais carinhosamente chamado de “Tetê noturno”…. Mas de carinhoso, esse hábito não tem nada! A mamadeira noturna é um dos principais fatores de risco para desenvolvimento de cáries em crianças mais novinhas, e deve ser evitado e combatido o quanto antes.
Notem que eu disse que esse é um hábito comum em algumas “famílias”. Isso mesmo. Eu usei esse termo porque esse “vicio” é instalado com a ajuda dos pais/responsáveis. Para facilitar a criança dormir (“Ah, mas ele(a) dorme tão facilmente com o “Tetê”!), alguns pais se rendem ao poderoso armamento que é a mamadeira com um leite quentinho, as vezes até com um achocolatado, que traz um aconchego tanto para a criança, quanto para os pais, que a essa hora já estão bem cansados de um provável dia intenso de trabalho…
Porém, se esse hábito persistir, seu filho pode consumir ainda mais seu tempo e conforto quando ele começar a sentir dores devido às caries (dente de leite também dói… e muito!), ou o temido “bulliyng” na escolinha, quando os coleguinhas notarem as pequenas manchas pretas bem nos dentes “da frente”….
Por que esse hábito é tão perigoso?
À noite, nosso metabolismo cai, diminuindo assim a quantidade de saliva, e então, nossa resistência a infecções. A criança que dorme sem escovar os dentes, e principalmente com a boca cheia do “leitinho da noite”, tende a desenvolver mais cáries, pois as bactérias e a acidez bucal aumentam consideravelmente.

Dicas para combater esse hábito
Se vocês já se habituaram à mamadeira noturna, é de extrema importância que gradativamente retirem-no de sua rotina. Ai vão algumas dicas:
1. Antes de tudo, converse com a criança, dos problemas que esse hábito pode lhe trazer. Conscientize-se, acima de tudo, você mesmo, de que é NECESSÁRIO ACABAR COM ELE;
2. Tentar inicialmente substituir o leite por água (sem qualquer tipo de açúcar);
3. Tentar negociar, um dia sim, um dia não, por uma semana, até que ela se desprenda da mamadeira;
4. Substitua a mamadeira por uma história que um dos pais pode contar antes da criança dormir, já na cama. Além de aproximar pais e filhos, é uma forma dela se distrair e o sono chegar. Procurem histórias curtas, leves, sem muita tensão ou que desperte tanta curiosidade, para não agitar a criança e espantar o sono;
5. Um banho morninho antes de dormir, vai muito bem para “amansar a fera”…;
6. Seja firme, acredite que por mais que a criança chore no início, ela precisa sentir que você está seguro, o que vai fazê-la confiar em você; esse processo é fundamental para que esse “desmame” aconteça de forma natural e sem traumas.

Isso vale também para crianças que não usam a mamadeira, mas vão dormir sem escovar os dentes. A incidência de cárie aumenta consideravelmente. Não importa o que acontecer, antes de dormir, escove os dentes! 😉
Um abraço e até a próxima!

Daniela Dal Colletto

NÃO HÁ COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO