Pedro

…Porque ainda existem pessoas que trabalham com amor…

No meu último texto falei um pouco sobre a realidade do Home Care. Independente do que cada um pensa, a verdade é: ninguém quer ter um familiar doente a ponto de precisar ter um Home Care. Isso é fato! Principalmente quando a patologia é crônica, sem prognóstico, enfim. E quem sabe o que vivemos no dia a dia somos nós. Sempre digo que meu plantão não termina nunca…rs.

Mas já falei da regra. Agora quero falar das exceções, do outro mundo que conheci, dos amigos que fiz nesses 5 anos e 3 meses.

Quero falar especificamente dos profissionais que trabalham atendendo os pacientes nas residências. Técnicas de enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogas, terapeutas ocupacionais, enfermeiras, médicos.

No começo foi tudo muito difícil, principalmente com as técnicas de enfermagem. No meu caso, tive sorte, muita sorte! Fechamos a escala que deveria ser de quatro profissionais, com apenas duas, elas estão com a gente até hoje. Uma me ajuda como cuidadora. A outra, em especial, fica todos os dias por doze horas com a gente. Brinco que ela é meu clone! Tudo que eu vivi com o Pedro nesse tempo todo, ela também viveu. Viu ele sair de casa pela primeira vez, o primeiro dente nascer, a primeira vez que colocamos ele em pé, e tantas outras experiências que são impossíveis descrever aqui. Conhece o Pedro muito bem, conhece a família toda, e virou uma amiga! Aqui aprendeu muitas coisas, foi acolhida com amor, afinal passa mais tempo na minha casa do que na dela e trabalhar cooperada não é fácil. Acredito que o vínculo afetivo que criamos, o respeito, o comprometimento e o amor que ela tem pelo que faz e pelo Pedro (é obvio), é capaz de fazer essa profissional permanecer tanto tempo trabalhando aqui em casa.

Além dela, fiz outros amigos…pessoas que como ela, demonstram esse amor pelo que fazem. Só esse AMOR é capaz de justificar tantas renúncias as suas próprias vidas em prol de um paciente.

Recebi fisioterapeutas aqui nas mais diversas situações que vocês possam imaginar, uma delas, não consigo esquecer que é fisioterapeuta porque é muito competente e ajuda muitas crianças, mas hoje considero uma das melhores amigas que tenho. Pessoa de uma generosidade e uma humildade ímpar. Trabalha sozinha, nos bastidores, e está sempre disposta a ajudar. Digo sempre que o Pedro me deu alguns presentes e ela é um deles, um presente valioso.

Esses profissionais do Home Care que visitam a minha casa são tão queridos! Quando vieram pela primeira vez, chegaram sem saber do que eu tinha estabelecido como rotina pra nós, alguns apresentaram até uma certa resistência, mas, conforme o tempo foi passando, nada como nossos bons bate papos para que ,conhecendo uns aos outros, tudo ficasse tão confortável para todos.

Conversamos durante as terapias e é impossível não saber o que se passa com aquele profissional que visita a minha casa. O que se passa com algum familiar dele, ou se está bem de saúde, ou se tem uma festa, se vai viajar….enfim….Assim como todos eles acabam acompanhando nossas alegrias com os sorrisos e olhares do Pedro, e quando vemos….mais de 5 anos se passaram…..e essas pessoas fazem parte de nossa história, investem no nosso filho, e percebemos que fazem seu trabalho ,em primeiro lugar, com amor!

O que move essas pessoas, é o amor!

Com certeza para eles não deve ser nada fácil transitar por essa Grande Louca Capital, muitas vezes sem horário para almoçar, indispostos, com  tantos contratempos que só eles podem descrever….

E com certeza, eles se desdobram, porque esses que citei no meu texto, são raros…. Hoje em dia, trabalhar com amor, virou raridade!

Podem dizer: Ah Graziela, mas as pessoas precisam de dinheiro pra sobreviver! Eu sei disso! Concordo plenamente! E sei que existem pessoas que trabalham, ganham dinheiro, mas não o fazem com amor!

Outras porém, trabalham, não ganham tanto mas fazem com amor……….. E eu estou falando disso! De fazer o que se ama e não do quanto se ganha!

Quero terminar falando sobre GRATIDÃO! Esse é o sentimento que tenho pelos profissionais de saúde do HOME CARE que atendem o Pedro, esses raros, que fazem com amor!

 

Graziela Ducati

4 Comentários

  • Responder
    Avatar
    Claudia Sanches Diz:

    julho 28, 2021 at 04:33 am

    Pedro lindo de viver
    Grazi guerreira…
    Abençoados de Deus

    • Responder
      Avatar
      Graziela Diz:

      julho 28, 2021 at 12:09 pm

      Clau lindona! Saudade de ti! Super beijo

    • Responder
      Avatar
      Graziela Diz:

      julho 28, 2021 at 12:10 pm

      Joelma! Muito obrigada por nos acompanhar! Carinho por ti……..Beijo!

  • Responder
    Avatar
    Joelma Diz:

    julho 28, 2021 at 12:46 pm

    Parabéns por sua palavra linda

DEIXE UM COMENTÁRIO