Pedro

Pedro me ensinou a renunciar….

Amar só não basta…..temos que RENUNCIAR !!!

Acredito que quando temos um filho,independente de ser com deficiência ou não, precisamos renunciar a muitas coisas.O Pedro me ensinou muitas coisas, dentre elas, renunciar!

Educar um filho sem renunciar o nosso tempo, as coisas que costumávamos fazer antes dele existir em nossas vidas, é como querer ganhar na mega sena sem jogar.

Quando temos um filho “especial” (não uso esse termo porque acho que todos os filhos são especiais) em primeiro lugar precisamos viver o LUTO DO FILHO PERFEITO.***

Depois, precisamos conhecer suas limitações, aprender a lidar com elas, e ACEITAR sua condição. A aceitação é muito importante… No começo, tudo é uma turbulência. No caso do Pedro, que veio pra casa com Home Care, foi muito tumultuado. A gente tem que reaprender a viver dentro da própria casa, que vira uma “casa da sogra”…. Um tal de entra e sai toda hora, um bebê alí todo “diferente daquilo que você desejou”, mas que você AMA mais que TUDO e uma vida que NÃO PARA pra você colocar tudo em ordem.

No meio disso tudo, recebemos a família, os amigos e os rótulos que a maioria resolve nos dar: “Vc é guerreira”…. “isso, só pros fortes” …. ” Deus não dá a cruz maior do que vc pode carregar”….. “filhos especiais, só pra mães especiais”…..

Eu já ouvi tanto isso, e me lembro de ter dito isso diversas vezes….rs…. mas, o que a gente quer e precisa muitas vezes é chorar, desabafar………..descansar………..sair de cena……..e , nem sempre …..ou quase nunca,isso é possível!

Pedro tem limitações que muitas vezes me limitam também. As vezes posso, outras não!

Por exemplo: Nunca mais viajei com meu marido para passar um fim de semana sequer só nos dois. Ainda não encontramos uma forma de fazer isso…. Há quem julgue e critique. Ah! Sempre tem…….

A verdade é que vivemos sempre num “estado de alerta”.

Cada vez que o tempo muda, é a secreção pulmonar que muda, é a insegurança que bate na nossa porta.

Tudo fica potencializado no Pedro, cada processo infeccioso, cada pico febril, cada diarreia, porque ele é mais sensível, vulnerável.

E nós, ficamos cada vez mais experts em perceber, num mínimo sinal , quando algo não está bem com ele.

É uma simbiose incrível….. e não podemos esquecer de um detalhe importante: Precisamos nos cuidar, porque somos nós que cuidamos dele. (***Isso será assunto de outra pauta, e o luto do filho perfeito também, ok? )

Com o passar do tempo…tornamo-nos especialistas em conversar com olhares e interpretar sorrisos! Aprendemos um pouco de tudo: fisioterapia, fonoterapia, técnicas de enfermagem,usamos termos técnicos para conversar com as pessoas…..e quando percebemos, nossos filho é tão “normal” que a vida passa a seguir como sempre, mas com muito mais sentido….e a renúncia é algo natural, que incomoda mais quem convive com a gente do que nós mesmos.

Aquele ser 100% dependente de você te ensina sobre o valor de coisas importantíssimas da vida: RESPIRAR, ANDAR, FALAR, OUVIR, SORRIR,VER……… e o Pedro me ensinou que a verdadeira felicidade é isso.

Com certeza o Pedro é feliz! Seu comportamento me mostra isso todos os dias, independente dele sorrir ( porque a doença dele – A.M.E. – pode tirar o sorriso de seu rosto um dia desses qualquer)….

Minha renúncia é em nome dessa felicidade que o Pedro tem, mesmo sem poder fazer tantas coisas essenciais da vida: andar, falar, engolir, respirar, enfim, mesmo assim, Pedro me ensina todos os dias que eu devo ser feliz….e apesar de todas as dificuldades, eu sou !

Grazi

4 Comentários

  • Responder
    Avatar
    Roberta Diz:

    outubro 19, 2021 at 06:30 pm

    Inspirador !

    • Responder
      Avatar
      Graziela Ducati Diz:

      outubro 19, 2021 at 02:41 pm

      Roberta! Bom saber que te inspirou……….. Pedro me inspira também…..há quase 6 anos já! Obrigada por nos acompanhar! É uma alegria tê-la conosco! Beijo grande!

  • Responder
    Avatar
    Graziela Ducati Diz:

    outubro 19, 2021 at 03:41 pm

    Alessandra, a vida tem me presenteado com esses comentários tão generosos como o seu.Muito obrigada pelo carinho! Continue acompanhando…..vai ter sempre mais e mais…. ….. Beijos

  • Responder
    Avatar
    Márcia Diz:

    outubro 19, 2021 at 01:15 am

    Olha imagino q as vezes não seja fácil mais esse sorriso do Pedro nos transmite algo tão bom q me faz sorrir de volta, vc num sabe qto me cativa pois sem ao menos conhece-lo tenho por ele carinho enorme , adoro vê ele na praia, sorrindo , fantasiado de Pablo foi demais KKK (sou uma amiga da Kátia e acompanho por ela) continue postando toda essa alegria de viver de Pedro q emociona é nós fortalece.

DEIXE UM COMENTÁRIO